domingo, 13 de fevereiro de 2011

Cara nova no blog

Então, o topo do blog foi mudado pela Joana. Minha fofa fez a arte e criou a frase, por conta e risco. Acho que ela até deu um norte do que poderia ser o perfil do blog: contar as peripécias de ter 3 filhos, 3 empregos, um marido e uma casa que eu gostaria que estive ok sempre, mas que está sempre cheia de baguncinhas aqui e acolá. Será que consigo fazer um diário??? Impossível. Ou cuido ou posto. Né? Mas é tentador.

Domingo, 20h23min, horário oficial, 19h23min fuso horário de Mato Grosso do Sul. Dia 14de fevereiro.

Mais um dia, marido começou me cutucar por volta das 6h. Ele se deita cedo, acorda cedo. Eu me deito tarde, odeio acordar cedo. Aquelas práticas aprazíveis pela manhã, Senhor, dê-me força. Ainda mais que tínhamos umas arestinhas para aparar.... Ok, ele vence, ele sempre vence. Mesmo quando encara uma boneca inflável de sobrepeso e sonolenta.... pode-se considerar que a vitória é dele. Seja porque emplaca um 1X0 ou mais ou porque me desperta da quase morte que é os 6h de la matina. Mas antes, teve uma DR daquelas.... homem é uma coisa muito imatura, tenha a maturidade que tiver....discutir a relação é coisa nossa, feminina, mas o imaturo em questão até que encara. Não foge à luta, afinal, depois da DR vem o jogo. 2x0 neste domingão.... minha cota foi falar, falar, falar. Que vitória!

Depois, por a meninada pra levantar. Dia de culto, de ceia do Senhor. Não acha que depois daquilo é possível ir à igreja, orar, louvar e tomar o corpo e sangue de Cristo? Leia o livro bíblico de Cantares e saberás das delícias que Deus reservou ao casal. Afinal, foi Ele quem criou a mulher pro homem, foi Ele quem me mandou deixar a casa dos meus pais e me unir em casamento, foi Ele quem disse que não devo deixar el maridon na mão para evitar que ele peque - em atos e pensamentos. É Ele quem diz que uma das coisas mais indecifráveis é um homem com sua mulher. Sim. Posso amar antes de ir à ceia, comungar, selar minha união com meu Salvador. Antes de sair, Joana na chapinha, meninos entre cadarços e jogo do Palermo na TV, eu na pilota da sanduicheira pra fazer misto quente, no liquidificador pro toddy gelado e no coador de pano - não troco por nada mais tecnológico - para fazer o café moído na hora (da compra, diga-se).

Nesta manhã, agradecimentos especiais a Jesus por ter entrado em minha vida e possibilitado que eu leve meus filhos a conhecê-lo. Tem horas que ir à igreja é um parto. Não querem ir, reclamam, brigam, enrolamos. Mas entendi que tenho que ser forte, que tenho que insistir, mostrar e falar de fé, até que tenham estatura para decidir, por livre arbítrio, que caminho seguir. Tava terminando a cerimônia do dízimo quando me lembrei que tava devendo pra Deus os 10% de uma graninha extra que recebi. Paguei, fiquei de carteira lisa e coração cheio - de satisfação e agradecimento.

De volta, uma passada no supermercado, para comprar uma massinha e um sachê de molho pronto. Reclamações demais, como se eu estivesse condenando a meninada ao fim do mundo. Tiveram que ir à igreja e ainda ao supermercado? Com a TV a cabo recém-instalada bombando de programas??!!! "Todo dia, todo fim de semana, tem que ir no supermercado". "Sim, vocês comem todos os dias, todo final de semana". Descemos todos. E começaram a achar o que comprar: yakult, suco, refrigerante, a massa que mais gosta, um toddy a mais... chicletes. É supermercado tem suas vantagens, pode ser legal! Raça, racinha é filho....Cartão de banco resolve muita coisa.

Hora de por as panelas no fogo. Antes, falar e falar pra tirarem as roupas de ver Deus e colocar as roupas de ralar. Depois, para arrumarem as camas que ficaram esbagaçadas. Reclamações, reclamações, reclamações e camas arrumadas ao jeito deles. Água no fogo, um dedo de óleo, um pouco de sal e Vinícius tinha que lavar a louça, do lanche de ontem à noite e do café da manhã. Reclamações, reclamações, reclamações e muita gordura de sobra nos pratos e talheres. Enquanto Joana fazia o dever de casa. Tempinho depois, Teo pôs a mesa. Salada de alface, pepino, maçã e cebolas, com molho de tangerina e massa na mesa, com molho à bolonhesa ou molho branco de queijos. "Eca, isso pro almoço!", diz Vini. Então sai da mesa e fica sem comer. Eca para o que Deus colocou na nossa mesa hoje, não aceito.

Disfarça, passa pra lá e pra cá, cara de arrependido, senta e come uma pratada, tudo ao mesmo tempo agora. Molho branco com bolonhesa, salada no mesmo prato. "Fica gostoso tudo junto", explica-se. Lavei a louça, guardei as sobras, recolhi lixo do banheiro, da cozinha. Dei uma arrumadinha no banheiro, uma de leve na cozinha, verifiquei os quartos 'quase' arrumados.

E a tarde? De lazer: Maridón dormiu umas três horas. Eu cochilei no sofá, Joana assistiu a trocentos programas adolescentes na TV, os guris foram pra rua jogar futebol. Acordei. Três filhos, uma marido e uma casa, como diz o topo criado pela filhota, já estavam no papo - pelo menos até a hora do banho dos guris vindos da rua e do lanche/jantar - com suas jornadas bem resolvidas. E os três empregos? Bem, Joana foi conservadora. São quatro. Dois fixos, dos frilas fixos. Para uma mulher do século XXI que se preze, não posso deixar de atender, principalmente os fixos: para a Câmara, li um projeto de lei de uma escola de legislativo que queremos fundar, escrevi um texto para postar amanhã cedo. Para o Correio do Estado, jornal da capital do qual sou correspondente, apurei duas pautas, escrevi, mandei matérias para publicarem amanhã. Da revista feminina tenho uma entrevista longa pra escrever, acho que ficará pra amanhã, da revista Via Gospel, nada fiz. Nestas horas de trabalho, na mesa da cozinha, vou acompanhando o que fazem os meninos, o marido que acordou querendo um docinho - tem sorvete no freezer, amor, dando umas risadas dos seriados teen, da troca de esposa do Discovery Home & Health. Esta invenção de loft foi ótima....

Aí, hora do blog. São 21h11min no horário oficial, 20h11min, horário local. Joana já limpa, Vini no banho, Teo pra encaminhar. Eu suada. Estou concluindo o post, sem fotos. Ainda tem umas coisinhas pra fazer, antes de encerrar a jornada. El maridon: 6x0 pra ele. Cama, mesa e sofá. Se me acordar antes das 6h amanhã - hora oficial de pular da cama durante a semana, com cafezinho preparado por ele - dou este blog e o resto da rotina pra ele.

3 comentários:

Lena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lena disse...

Oi Ana, vc acredita que passei por aki umas 3x hj p/ ver se consigo ler seu texto, mas minha internet não deixa, está caindo demais...mesmo assim resolvi deixar um bj gde p/ vc e dizer que adorei a cara nova do blog, parabéns p/Joana, ficou + que 10! Adorei tbém saber que vc andou costurando e pelo visto muito bem,só faltou o post com os modelitos.
bjs amiga !!!
até mais !!!
lena

guilermeemerick disse...
Este comentário foi removido pelo autor.