segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Banheiro preto, as cagadas da reforma

Pardon, mes amis, começar a semana assim, com uma palavra de baixo calão, só um pedido de perdão em francês copiado do Google tradutor para amenizar.
Merde! A gente sonha, investe, espera e tanta cagada junta, é digna de indignação, oras, sou reles mortal... A coisas estão chegando no lugar esperado, tenho fé! Afinal qualquer coisa era melhor que este banheirinho aí.



O projeto: revestimento preto pra esconder a sujeira da molecada, jardim de inverno para arejar, enfeitar, um nicho formanda uma prateleira pras tranqueiras.

Porém, há quase 300 dias espero a inauguração deste banheiro e sempre vem erro, cagada, adiamento.... Uma lista que serve de exemplos para os erros da reforma da Mari. Enumero:

1ª cagada: Paguei o pedreiro antes da obra, ele quebrou tudo e sumiu do planeta
2ª cagada. Antes de sumir, mexeu no encanamento que ia trocar de lugar e, of course, my horse, deixou vazamento
3ª cagada. Veio o segundo pedreiro, disse que consertou o vazamento e assentou o revestimento, as pedras e o vaso. Como a marmoria não entregou a pedra da bancada naquele minuto, ele aproveitou pra sumir do planeta. Herança: o vazamento insistente continuou. Ele deixou o cenário abaixo.

Agora, preste a atenção e olha pra cima e veja o spot que ele deixou, junto com a tomada. Tudo isso deveria estar onde? Acima da bancada, acertou! Mas não, o mala deixou em cima do vaso, explica pra quê? Deve ser pra ler enquanto estamos no trono!

4ª cagada: Não acompanhei e ele colocou revestimento onde não era para ter, portanto, o estoque de reposição normal, não sobrou. Aliás, faltou....

5ª cagada: Ele assentou a pedra com meleca do nariz, só pode. Ficou cimento rebocando tudo.... mas ok, isso passa.

6ª cagada: contratamos um tio que faz gambiarra, confesso que escolhemos o primeiro que passou na rua, para conter pelo menos o vazamento. Como o revestimento preto já estava instalado, optamos por quebrar a parede pelo lado de fora. Quando ele meteu a marreta lá fora, strike, o revestimento caiu e, chuta, onde, onde? Isso mesmo, em cima da caixa acoplada do vaso. Quebrou? Claro, quebrou sim.


7ª cagada: Há três semanas, cansados de procurar uma alma vivente e competente, indicaram o Pedro. Lembra da cagada 4? Nunca mais achei o revestimento igual, pra substituir o que desmoronou, tive que fazer uma emenda, nem fotografei, de tanta vergonha rsrsrs. Mas ele consertou o buraco, instalou a bancada de mármore branco que desenhei, a torneira, o chuveiro e o box antigo (vou trocar por blindex, talvez este mês ainda). Mas vou ser sincera. Cagou mais que todos os outros juntos.
a) consertou um vazamento, deixou outros dois, nos engates do lavatório;
b) tirou o spot deslocado, mas deixou a tomada torta;
c) deixou um buraco atrás do vaso;
d) os azulejos ficaram meio tortos;
e) o box emperradinho;

f) o maxi, super-mega chuveiro que compramos, pegou fogo, fogo, gente, derreteu, na hora que fomos estrear..... Fiquei tão desolada, que esqueci de fotografar!

g) ficou tudo rebocado de cimento e quando fomos limpar, descobrimos que ele deixou a lambança de propósito, para esconder dois quebradinhos no pé do mármore. Canhalha!

Liguei para reclamar e pedir para ele voltar lá pra resolver, disse que passaria. Até há dois minutos, não ouvi mais sua voz..... você passou? Na loja, trocaram o chuveiro prontamente, depois de uns quinze homens - pedreiros, vendedores e clientes que se encontravam no local na hora que apareci - analisarem o que causaria tamanho estrago. Chamamos o quinto cara pra instalar, tá lindo, funcionando muito bem

8ª cagada: o jardim de inverno não vai funcionar porque não foi instalada uma forma de conter a água da chuva que escorre para todo o banheiro. Vamos colocar um blindex... talvez como clarabóia para aproveitar o espaço...

Enfim, cagadas que geraram outras cagadas. Mas está assim:

Meu marido disse que a bancada tá parecendo um tanquinho. Rsrss. Concordo. Mas embaixo fica o cesto de lixo, a vassourinha de higienização, algum produto.... É que este banheiro fica de cara para o escritório e este modelinho esconde tudo...
Quero dizer, quase tudo. Olhem a tampa do vaso, marronzinha de dedinhos.... e o quebrado da tampa (só vamos trocar depois que fizermos a obra de contenção da chuva!)

Para esconder, mais escondido, fiz este joguinho no domingo.... Deu um arzinho mais infantil, sem ser muito...



Aqui, o detalhe do nicho. Ainda falta pintar. Repare o assentamento da pedra, quanto cimento...



Um ângulo do jardim de inverno. Reparem a tomada torta acima do vaso. KKKK. Para recarregar nossa bateria!!!
Mas cagada mesmo, é não nos cuidarmos. Estou gorda, tenho a postura horrivelmente errada, passo o dia no computador... Estou com o braço direito à beira da interdição, de tanta dor, já usando mais o braço esquerdo pra aguentar. Estou postando e saindo para o ortopedista. Se ele não me imobilizar, sei não...... talvez seja o último post dos próximos dias.
Ah! a meninada já anda fazendo suas cagadas no banheiro que nunca termina.












43 comentários:

Ana Paula disse...

Eita xará, esses pedreiros são nossas perdições viu aff... Acredita que na minha casinha achei tomadas tortas???? Aff, ainda bem que ficarão escondidas pelos móveis (eu espero)
Cuide desse braço!!

Abraços!!!

Ana Pretti disse...

Eita xará, esses pedreiros são nossas perdições viu aff... Acredita que na minha casinha achei tomadas tortas???? Aff, ainda bem que ficarão escondidas pelos móveis (eu espero)
Cuide desse braço!!

Abraços!!!

Juu disse...

Oii Ana adorei seu blog obg pela sua visitinha volte sempre lá ok'
BjOo

Isabel Cristina disse...

Oi Ana, quanta chateação. Pelo menos me consolou, não sou a única a ter decepções com obras e pedreiros! Agora me diga, tanta gente querendo trabalho, por que esses caras agem assim? Olha, mas eu banheiro está ficando bonito viu? Esses percalços fazem parte. Ah, também comprei um chuveiro lindo que em menos de 06 meses de uso queimou!! Agora estou usando um normalzinho mesmo, afe! Beijos

Wlady disse...

Oi Ana!
É muito revoltante! Pnse agora em algumas soluções para amenizar os rabinhos deixamos pelo meia-cuié (meia-colher são os chamados ajudantes de pedreiro), porque se fosse um profissional mesmo teria feito direito!
bjk e cuide bem do seu braço porque não quero que vc suma daqui

Ana Medeiros disse...

Oi xaraaaa, qto tempo!

Quer saber, apesar de todas as cagadas que foram dadas o seu banheirinho ta fofo viu??

Amanda disse...

Ana B... quase me caguei de rir! - ai desculpa, eu não ia passar sem esta! rrsrs... depois da piadinha tosca, tenho q comentar - que pedreiros bostinhas estes q vc arrumou amiga? na verdade não conheci ainda um ser humano na face da terra, q tenha me dito q pedreiro é raça q se estime... tem umas q dão sorte como a Paulinha, a Amábile (q na segunda achou um banguelo legal rs) ... ah tb tem o pedreiro pegador, nossa!! rs... pasmém...
Mas falando de seu banheirito, tenho a dizer q a proposta da decoração nossa! ficou legal... não desisita do jardim de inverno!!! Faça um jardim com vasos, coloca uns decks no chão...arruma um estradinho de cama de bebê e pendura uns vasos, ou então pendura uns vasos aí nas pedras na parede... enfim, nem td está perdido amiga, estamos aqui estamos aqui! respira fundo!!!
Chega de cagadinhas !!! rsrs...Bjs

calma que estou com pressa disse...

Ana! menina que que é isto, cagada em cima de cagada e no banheiro - e não é pleonasmo não! credo ests pedreiros que tem por aí! tem que rir ainda das cagadas!mas tirando as cagadas oa decoração ficou super faschion, e eu gostei do tampo poa! e o jardim de inverno - se não der prá plantar - coloque vasinhos, pedrinhas vasos na parede -nossa dá prá bolar um monte de coisas legais!

oh e falando em coisas boas - vamos lá trocar figurinhas - o blofg da minha filhota queestá meio desanimada com ele!
blog - coisasdamilena.blogspot.com/
ele está na minha lista m daí é só clicar! !
e cuida do braço heim menina!
bjs

RaSena disse...

olá, Ana!
o que será que acontece com esses profissionais, todos tem reclamações!
mas o banheiro acabou ficando com o aspecto bem agradável.
na minha casa, tenho várias tomadas tortas - quem sabe um dia, crio coragem e mando arrumar.
cuide bem do braço e boa semana.
bjkinhas

Lena disse...

Mais que merda, qta cagada !!!kkkkkkkkkkkkkkkkkkk,não é fácil né amiga, conheço vários pedreiros desse tipo, o pior é que acaba ficando assim mesmo, tudo meia boca, é uma bosta !!!

Pardon ami !!!!
baisers,
lena

Rose disse...

Ana, até pareçe que seus pedreiros sairam do programa de Didi, rss, quanta trapalhada.
Eu já tive problemas com pintor, macacou tudo por aqui,um horror.
Mas o banheirinho ficou fofo, os meninos devem estar curtindo mesmo...beijos e boa semana:D

Fernanda de Oliveira disse...

Oi Ana, vim agradecer e retribuir a visitinha que vc fez no meu blog e estou me tornando sua seguidora, pois quero acompanhar de pertinho as novidades.

Eu sei que é trágico, mas pra mim foi cômico, ri muito com sua historinha (não magoa hein!).

É por essas e outras que eu não quis construir. O maridex bem que tentou me convencer, mas eu fui irredutível e preferi comprar uma casa pronta, pois quando essas coisas aconteceram (e com certeza aconteceram mesmo), quem aguentou a bucha foi o antigo dono hehehe.

Outra coisa, tenho quase certeza que vc e seu marido andam brigando por causa disso né. Não tem como não brigar, afinal é muita cagada para uma obra só!

Mas relaxa, um dia tudo isso acaba e o dia de comprar flores logo chegará. Quem disse isso foi a Mari, do blog Brincando de Casinha, e sou obrigada a concordar com ela.

Beijinho,

Fernanda
minha-casinha-nova.blogspot.com

Lena disse...

Vou te contar um segredo, aquela batinha não tinha nada a ver com o modelito final, como cortei usando como molde uma batinha de malha, ja viu né a surpresa, FICOU JUSTÉRRIMA !!! Ai Deus e agora, o panim é tão bonitim, o que eu faço?? Tcham veio a "luz", fiz aquela abertura na frente e p/ fazer uma graça coloquei 2 botõezinhos encapados. Ahhhhhh, vc viu que eu me inspirei nas suas fotos, tirei c/ transparência e td?? rsrsrs, até que ficou legalzim.
bjs,
lena

Laély disse...

Ana, nessa você se superou! Desculpe, mas não contive o riso. Desculpe, novamente, mas não foi de você.
Já que estava falando em banheiro, vaso e pedreiros, não haveria palavra mais pertinente! rsrs
A Mari, do Brincando de Casinha que adora uma reforminha dessas! Eu não, porque não sou masoquista.
Meus pêsames, tá?!
Gente, mas como é que eles conseguirma deixar o espelho de luz tão torto?!

Ana, veja que coincidência: meu filho do meio( o da horta de alface) também se chama Vinícius.
Aqui em casa, o cachorro não tem acesso à horta, se não, já teria feito bagunça, com certeza.
Ou você cerca o cachorro, ou cerca a horta.

Marcia Gullo disse...

Reformar È duas alegrias...quando começa e quando termina...isso quando termina, né????pois tem algumas reformas que são realmente interminaveis.

Boa Sorte!!!!!
Inté.

Fernanda de Oliveira disse...

Oi amiga, ganhei um selinho lindo e quero compartilhar com vc... passa lá no blog e pega tá... só quero que vc não se sinta na obrigação de pegar e/ou publicar, apenas quero que saiba que é para mim uma forma de compartilhar o carinho que sinto por vc e por seu blog.

Beijinho,

Fernanda
minha-casinha-nova.blogspot.com

Ruby Fernandes disse...

ai meu Deus!!! Ninguém merece né? porque será que os pedreiros dão tanto trabalho? Já reparei que todo mundo reclama deles.
Se cuida querida.
bjo bjo.

Booh disse...

Nem fale em postura a minha está terrível.
Passa no meu cantinho depois tem uma lembrancinha pra vc lah.
Bjsss

Regiane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Regiane disse...

Oi Ana querida!

Fico tão feliz quando você passa lá no meu cantinho da blogosfera....


Sou solidária à você,estou em reforma há 3 anos!!

Ahhh....já perdi as conta do prejuízo em material e mão de obra.

Está muito difícil encontrar profissionais sérios nesta área.

Sabe,cheguei a pensar que poderia ter mais mulheres trabalhando na área de construção civil!Com certeza são muito mais responsáveis e caprichosas....


O importante é não desistir da empreitada.....rsrsrsrs

Dei muita sorte porque agora encontrei um profissional super sério e responsável.
Boa sorte!
Beijos
Regiane

Eugenia disse...

nossa, Ana, que problemões! Mas pelo menos seu conjuntinho preto e branco é um charme,disfarçou direitinho.
beijocas! agora é cuidar de vc!

| a moça | disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
| a moça | disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thaís Gouvêa disse...

Oi Ana! É a minha primeira vez por aqui. Eu nem li os outros posts ainda, mas eu já ri tanto com esse, que com certeza vou voltar sempre!
Não tô rindo de vc não tá!? é que eu tô em obras e sei exatamente o seu desespero e ri de todas nós com esse sofrimento de obra. Tenho certeza que o trauma vai ficar, mas depois renderá histórias que ficarão engraçadíssimas!rsrs
Graças a Deus as M´s que meu pedreiro tem feito, são solucionadas prontamente. Meu noivo passa todo dia na obra (pra dar tempo de refazer antes do cimento secar!rsrs).
Vou continuar lendo! Cuide desse braço menina!
Ah, quando puder pegar o mouse de novo, dê uma passada lá no meu blog novo.
www.coisitaseparangoles.blogspot.com

Bjuuus

Isabela Kastrup disse...

Nossa Aninha, realmente obra às vezes tem dessas coisas, né? Mas pelo visto vc com a sua super-criatividade já deu um jeitinho, né?
Saudade de você e do seu cantinho!
Tentarei aparecer mais...
Super beijo,
Isa

Andrea disse...

Caracas Ana, minha nossa senhora, nunca vi tanta desgraça num único ambiente durante uma reforma! Rs... Menina, que coisa louca, heim, só de ler o seu post a minha pressão subiu de nervoso e fiquei com vontade de esganar esses picaretas! Que bom que as coisas aí estão se ajeitando, de uma maneira ou outra, né. Beijão!

*~* Coisas da Bruxinha *~* disse...

Tá , não fiuca brava, mas quase morri de tanto rir com teu relato das cagadas, e li alto pra familia toda ouvir e foi um cori d eriso, vc é hilaria, ainda contar isso de uma forma tão engraçada , mas eu etria vontade de chorar se estivesse no seu lugar. Por isso tenho tanto medo de fazer essas obras, ai resolvo deixar assim mesmo e o que podemos fazemso nós mesmos. Espero que agora não aconteça mais imprevsitos por ai desse tipo e cuidado nas proximas , hehe bjs

Rosangela disse...

querida naõ fica chateada naõ eu ja vive muitas dessas situaçoes é de matar´, mas a gente sobrevive, e naõ desistimos de ver nossa casinha bonita né .beijos...

Talma disse...

Anniha, quer uma marreta para matar esses caras?? É pouco? Consigo uma serra elétrica e mais uma faquinha enferrujada, porque se eles não morrerem das estocadas, morrem de tétano.....kkkkkk.
Amiga, mas fala sério...que reforma do balacobaco foi (está sendo) essa??
Desconjuro!
Que a Nossa Senhora da Bicicletinha ( aquela que dá equilíbrio) te proteja. Aliás, tá protegendo né bem, porque com tanta c#g#d#, haja equilíbrio, viu?
Beijocas flor!
Talma
(com preguiça de logar = existe esse verbo? rssss)
* Rá, olha a senha para eu postar: "difitio"- alguma alusão à dificuldade da sua obra? rssss
XÊro!!

Talma disse...

Em tempo: que me perdoem as esposas, mães e familiares, mas acho que essa profissão (pedreiro) é todinha feita do mesmo barro ( barrão, né amiga) porque o desgraça de profissional para dar cano!

Lily disse...

Ana ri muito desse post, só uma pessoa com muita personalidade fala o que quer e vc é, reforma é assim mesmo gostei muito do seu blog.
Ps: a capa pro vaso ficou muito bonita vou copiar!!!

Paulinha e Fabiano disse...

Aaaaai, meu Deus!
Te juro que se tivesse lido esse post antes de começar a reforma, não teria nem reformado! rsrs
Parece que um erro puxa o outro, né?
E o pior de tudo, é que no final a gente sempre ri! rsrs
Beijão!
Paulinha
Reformando Nosso Apê

Mila disse...

Ana,
Em casa, cunhamos a expressão "espírito peoneiro", grafada com "e" mesmo para sintetizar o que move o peão de obras em serviço.
Assim, porta cortada enviesada ou escorridos na pintura - são manifestações da estética "peoneira" e não tremenda falta de rigor no serviço; caquinhos de mármore triturados e jogados no ralo da pia, minha senhora, são contribuições "peoneiras" a inovadores sistemas de filtragem de água integrados à saída de esgotos, cimento depositado em tooodddoos os cantos da obra, certamente, fazem parte de algum projeto "peoneiro" de promoção de abrigo a poeirinhas diversas e seus compadres ácaros; e por aí vão muitos exemplos.
No caso do seu banheiro, eu e meu irmão já estamos considerando-o um verdadeiro "panteão peoneiro", menina, que rede de desatinos muito bem pagos, não é mesmo?
Enfim, parabéns por suportar e sobreviver à obra. Um amigo querido sempre diz que "nunca acabamos uma obra em casa, decidimos abandoná-las" quando consideramos que chegou em um ponto aceitável para o uso dos cômodos/imóvel.
Abs, muitos.

milena blogs disse...

oi! Ana!
eu sou a filha da Lúcia do blog calmaqueestoucompressa. e soube que a tua filha te m blog tb! tenho quase 12 anos se ela quiser me conhecer, estou esperando!
bjs
Mili

Paco disse...

nao saberia dizer onde te descobri,pq a gente fuça tanto q se perde. Adorei seu blog e de cara ja vou te seguir.
bjs
Susi

Janice disse...

Ana,
adorei o comentário carinhoso que você deixou lá no meu blog.
Obrigada amiga.
Beijo:)

Laély disse...

Ana "A", estava pensando sobre o que comentou, ainda hoje: quem eu realmente sou?
Na blogosfera, tenho encontrado um nicho para me experessar que não consigo com a mesma facilidade, no dia-a-dia. Também estou revelando meu "lado B" por aqui, ou o lado que nem eu mesmo conhecia.
E, viva à blogosfera, que solta nossas feras( nossa! Que lugar comum...rsrs)

Gabriela Gonçalves disse...

Ana querida, fiquei com pena de vc.
O meu banheiro foi reformado também, tem 2 semanas que terminou e vc acha que ele veio colocar o box e o armário no lugar né? Vai achando...
Esse povo parece que não gosta de dinheiro, nunca vi.
Vai com calma que no fim tudo se ajeita.
bj

Ana B disse...

Queridas, quero crer que a palavra c#g#d# no título do post não tenha chamado tanta atenção quanto o conteúdo. Rs. Fato é que o post mostrou uma coisa: há uma identificação instantânea quando o assunto é serviço mal feito de pedreiro... Todo mundo já enfrentou um dia de decepção por causa desta mão de obra. Eu acho o fim da 'picanha' (sou sul-matogrossense, churrasqueira convicta e o fim da picanha é péssimo!!) o ser humano ser incapaz de construir o seu próprio ninho e ter que delegar esta nobre função a uma outra pessoa que, mesmo se chamando profissional, parece não ter a menor ligação e comprometimento com o bem-estar alheio. Parece birra sociológica: 'não posso ter uma casa assim, dar um ninho agradável e confortável para meu filho, então a desta dona não será também!". Tipo vingança social. Será que é teoria da conspiração demais na minha cabeça???

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

bia fá disse...

confesso que parei de ler na metade....
jesus do ceu...
menina força;;;;
tem cosia que dá muito errado p depois da certo!!!
bjos
boa sorte!
é bom espalhar os erros...sofremos...mas aprendemos com eles... né!?!

Rosana disse...

Ana eu quase morri de rir com o jeito de vc descrever as coisas que sairam erradas na reforma do seu banheiro. Tirando as construtoras, não conheço ninguém que já tenha feito reformas e não tivesse muita dor de cabeça com pedreiros. Eles são muito irresponsáveis e, quem paga antes como vc, joga dinheiro pelo ralo. Meu banheiro também é pequeno, queria fazer reformas, mas não tenho para onde ampliar, então convivo com ele mesmo assim. Estou amando este seu blog. Ah, cuidado com as tendinites, tenho 3 amigas que tiveram que fazer cirurgia no ombro e todas neste ano. Horrível é o pós-operatorio, não sei se vc é como eu, mas eu não consigo ver as coisas para fazer e ficar sentada, por isso gente como nós sofre em situações como essa. Grande beijo e que Deus coloque a sua mão de cura sobre o seu braço.

Unknown disse...

Cruzes, tô apavorada! Deixei tudo na mão do pedreiro, depois que ele foi comigo na loja me ajudar a escolher piso e azulejo. Ainda não vi o resultado. Pedi ajuda porque, na loja, tem mais de 100 tipos de tudo, um horror. Amanhã vou ver o resultado e pedir que ele vá comigo ajudar a escolher vaso, bancada e cuba, porque tem 200 tipos... E tudo começou com um mau funcionamento da descarga, 4 pedreiros mexeram, um depois do outro. Nenhum consertou. Esse de agora foi indicação, com curso e tudo, disse ele, e disse que fazia tempo que não via tanta gambiarra num banheiro só. Encontrou mais três vazamentos, que eu supus que existissem porque os azulejos estavam escurecidos. Pelo menos dois são do condomínio.
Não sei como tem gente de gosta de reforma. Para gostar, tem que ter muito dinheiro.
Um abraço,
Míriam