quarta-feira, 28 de abril de 2010

Churrasco sul-matogrossense

Diga-me com quem andas que direi que és.
Delícia de final de semana, das festas, de quase todo dia, o churrasco é um dos pratos mais apreciados aqui na minha terra, a terra do boi verde - criado de forma auto-sustentável, com rastreamento e tals - e da carne vermelha em abundância e com muita qualidade.
Uma coisa muito engraçada é paulista e gringo em churrasco por aqui. Ninguém acredita na fartura e na qualidade das carnes.
Mas como já disse outro dia, o diferencial do nosso churrasco é o acompanhamento, a mandioca e o molho à vinagrete.
Eu tenho convicção que são eles, os acompanhamentos, que fazem das nossas churrascadas algo inesquecível.

A carne
A peça de carne pode ser inteira ou fatiada. Os cortes prediletos são picanha, contra-filé, alcatra, cupim, capa de contra-filé, fraldinha, costela ou uma peça que se chama pacu da fraldinha, carne que é a vedete aqui em casa - preço de carne de segunda, sem nenhuma gordura, tão macia que pode ser utilizada para estrogonofe e bife, macio demais (ainda vou mostrar a peça e falar mais dela, em outra ocasião).
Há quem nem passe perto, mas confesso que uma mantinha de gordura deixa a carne mais saborosa. Ok. Caso não goste ou não possa, retire após assar


Churrasco
O preparo é simples. Salpique sal grosso e leve para a churrasqueira, quando o carvão estiver em brasa.
O sal grosso se dilui em contato com a carne e pode salgar demais. Por isso, fico com o sal de cozinha normal, porque domino a quantidade, usando a mesma de um bife, por exemplo.


Aqui em casa temperamos um pouco mais, usando também alho cortado em fatias e esfregado na carne e suco de limão.
Antes de colocar na grelha, limpo os pedaços de alho, para evitar que queimem e amargem a carne.

Leve para a grelha. Uma dica é deixar assar muito bem de um lado, até ficar dourado, para somente depois que a carne estiver selada, virar para assar do outro lado. O suco da carne se mantém mais.


Mandioca
Descasque, corte em pedaços de 10cm e abra ao meio. Coloque para cozinhar em água com um pitada pequena de sal e outra de açúcar. Se quiser bem macia, acrescente um colher de margarina na água em que vai cozinhar. Na panela de pressão, após o início da pressão, cerca de mais 10 minutos são suficientes.

Teste para ver se está macia, escorra e sirva quente.
Esta mandioca fica maravilhosa também para um café da manhã ou café da tarde, servida quentinha, com margarina e café (como em Minas).
Caso sobre, pode ser frita em óleo bem quente, virar bolinho, purê, sopa.... não tem desperdício.


Vinagrete
4 a 5 tomates bem picados, com pele e semente, um cebola bem picada, salsinha e cebolinha a gosto, duas colheres de azeite ou óleo de soja, vinagre e sal a gosto. Misture tudo e deixe marinar por meia hora antes de servir. Junta água, que faz o caldo do molho.


Servindo
Coloque sua fatia de carne no prato, sua porção de mandioca e distribua o molho à vinagrete sobre a mandioca. E toque o cachorro de perto porque ele vai querer secar seu prato, até cair no chão para ele avançar.....




O negócio é comer junto. Um pedacinho de mandioca 'molhada' com o vinagrete, um pedacinho de carne, tudo junto, no garfo e na boca. Hummmm......

Acho que vou instituir a receita da semana. Caso concorde com a ideia, é só avisar que atendo todo mundo, aqui quem manda é você, o cliente... Beijos!!!

9 comentários:

simplesmente....fascinante disse...

Sua apologia à mandioca com vinagrete atiçou minha vontade de comer a tal...No próximo "churrasquinho "( não posso mais dizer churrasco se comparado ao dai) vou preparar a dita cuja conforme manda o figurino.
Abração.
marilene

Eliene Vila Nova disse...

oi amiga
mulher de forno e fogão, que ainda arruma tempo pra um carinho no patrão,rsrs
olha assim, a comida deve está uma delícia, pena que não como caarne vermelha, mas aceito a batata e o vinagrete.
hoje fiz churrasquinho aqui pro almoço acompanhado de maionese de batata, diliciaaaaaaa.
quer dizer comi só a salada,rsrs
mas o visual do seu prato está de dar água na boca.
arrasou.
beijos
beijos
te adoro
saudades

Margaret disse...

Pô Ana, só porque to morrendo de fome eh? Nem gosto muito de carne, mas a mandioca - ahh...nem vou falar senao a fome aumenta.
Outra coisa: nao sei se comentei no post anterior porque sou a rainha de pensar em comentar e nao comentar.. mas eu adoreiiiiiii...e o bom que da pra ser tudo de reaproveitamento.
Quanto a bomba é isso mesmo...é que sou tantã e chamo bomba de fonte de agua, fonte de ar...
Coisas de gente que fala pelos cotovelos (e escreve tambem) e nem pensa direito se o povo vai entender.
Mas tu é ninja e entendeu direitinho...rs
beijocas

Cibele disse...

Oi Ana adorei a visita, volte mais vezes, vi que vc mora em Três Lagoas estive ai no começo do ano, adoreii, mais o calor ai é demais né?
Visitei a Pousada do Tucunaré, Lagoa da Prata, e vários outros lugares, voltarei em breve se Deus permitir.

Estou te seguindo


Beijokas

Isabela Kastrup disse...

Aninha, que saudade! Agora vou te linkar novamente e poderei voltar sem perder horas procurando as pessoas, ebaaa! Adorei a sua visitinha e esse post me deu água na boca. Sou louca por churrasco!

Wlady disse...

oi Ana!
anda animada na cozinha hein!
Relembrando a infância na cozinha, salame de chocolate-que já anotei a receita, churrasco, vinagrete, mandioca
hummmmm, acho que vou aparecer por aí!
bjk e ótimo final de semana

oficina da casa disse...

Oi Ana ,tbm sou matogrossense de Corumbá e foi muito bom vc falar do nosso churrasco vale a pena né?bjs.

Saron disse...

Oi Ana, esta rolando um sorteio de niver lá no blog.Participe e concorra a um jogo de taças de cristais ,de licor.Bjos

Sara disse...

A carne é um alimento muito nutritivo e também muito rico. Muita variedade de pratos com carne. Meu prato favorito é a carne assada e batatas. Quando vou a restaurantes em sao paulo , sempre pedir esse prato. Beijos