segunda-feira, 31 de maio de 2010

Receitinha: carne de yakissoba

Segundona, o papo é regime. Inferno. Sempre de regime e sempre gorda.

No sábado, produzi esta iguaria da cozinha chinesa. Mas foi um yakissoba sem macarrão e sem receita copiada de nenhum lugar. Eu sou assim: como e acho que sei fazer. E faço - quase faço.

1. Corto 800kg de alcatra sem gordurinhas em tiras finas, tempero com sal e limão. Pode ser substituída por dois peitos de frango, sem pele, em tiras.

2. Frito em uma panela grossa e larga, com duas colheres de óleo. Frito aos poucos, para evitar que junte água.

3. Quando está frito, acrescento dois dentes de alho amassados e um pedaço de dois centímetros de gengibre ralado.

4. Deixo a carne na panela, mas coloco de um ladinho. Depois, acrescento 3 cenouras cortadas em lascas grossas na parte vazia da panela e vou refogando e pingando shoyu para não grudar.

5. Na sequência, acrescento vagens cortadas em lascas, no mesmo procedimento da cenoura.

6. Coloco mais legumes - o que tiver, brócoli, chuchu, couve flor - neste dia foi repolho cortado grosso e cebola também, repetindo o processo do reforgar no shoyu. Coloco um pedaço do cubo de caldo de costela e provo o sal.

7. Refogo tudo - os legumes devem ficar crocantes. Misturo com a carne.

8. Numa outra panela, colocou meia colher de margarina, derreto, acrescento duas colheres de farinha de trigo. Dissolvo com quase um copo de água. Tempero com shoyu e mais caldo de costela. Fica um mingau escurinho e ralo.

9. Junto o molho no refogado de carnes e legumes, incorporo na chama alta do fogão.

10. Servi com arroz, mas pode muito bem ser o molho para um espagueti ou lamen. Eu garantcho que vamos continuar gordos e felizes. Falando do quê? Comida e regime. Sina gorda!

A tempo: este pratinho lindo faz parte do primeiro aparelho de jantar da minha vida. Vou mostrar inteiro. Ganhei, semana passada da Gi, colega de trabalho que retribuiu empréstimos do cartão de crédito. Obrigada, Gi. Realizou o sonho de uma pobre dona-de-casa-mão-de-vaca.

3 comentários:

Dona Amélia disse...

Ai que tuuudo essa carninha, frô! Eu adoooro! ;o)
Vou fazer!
Xêros
Paty

Cintia Branco disse...

Ana,

Belo prato, nos dois sentidos.
Adoro yakissoba, principalmente com macarrão, fico alucinada comendo. Inclusive é um dos pratos preferidos do meu marido, então quando estou com hipoglicemia a noite, pedimos um e, ele e eu saímos da dieta, eu porque preciso comer carboidratos e ele porque não resiste.
Que aparelho de jantar lindo! Só o nome já fica chique, né?! Aparelho de jantar... Parabéns e aproveite bastante. Vou ficar aguardando para vê-lo completo.

Talma disse...

Uiaaaa...."diliça"!!
Amo esse refogadinho do yakissoba. Amo comida chinesa.
Deu água na boca.
E nem me fale em "sina gorda" porque pareço um balão inflado...rsss.
Beijocas flor!