quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Direto da Casa Branca - café com Obama




Mário Celso em sua Casa Branca cabocla


A original



Amadas, mudando de pato pra ganso, ou da minha casa pra Casa Branca, a casa mais importante e famosa do mundo - até os bebês lá de casa já conhecem hehehehe - o que acharam do Obama president?




Eu sei lá se o mundo tem conserto, se o problema/solução é o nome Obama ou Osama. Mas sei que gosto quando há mudanças de paradigmas, quando a gente olha pro lado e fala: "vamos arriscar!"



E ele é tão charmosinho, olha esta foto da família de vermelho-e-preto. Acho que ele até parece o Louis Hamilton, outro lindinho-bola-da-vez. Gentes, é isso. O mundo gira e os parâmetros mudam, os impérios desabam, os negros se estabelecem, as mulheres se estabelecem, as crianças dão opinião e a gente discute se a casa tá bonita ou não, o que é uma delícia e um direito inalienável que devia estar na Declaração dos Direitos Humanos e na Constituição.



Fiquei à vontade pra tocar no assunto porque politícia, aqui na Casa da Aninha, não falta, é assunto da hora do almoço e tals. Meu menino de nove anos discute tudo, acordou e ligou a TV para saber o resultado das eleições norte-americanas, imagine o que ele fez pelas eleições municipais deste ano...



Então ficamos assim. Qual será a cor do quarto da primeira-dama? O que uma primeiríssima póoode??? Ai, ai. O Barac disse no discurso de vitória que as filhinhas vão ter o sonhado e merecido cachorrinho lá na White House. Então tá combinado. God bless Obama and family, bless the USA e o resto do mundo também porque não somos bobas nem nada de não aproveitar a carona com o cara mais poderoso do mundo e pedir uma bençãozinha a mais para nosso Pai.



Caso você ache legal, dá uma lidinha no discurso dele, neste link http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u464299.shtml. Eu li pra saber o que pensa o cara que do alto de sua big casa poderá complicar a vida da minha casinha perdida numa rua de terra de Mato Grosso do Sul. Achei simpático ele abrir assim: "Oi, Chicago". Também gostei dele dizer que "Sim, nós podemos", insistentemente. Ok. Ele falou deles, os sobrinhos do Tio Sam, não os descamisados do terceiro mundo, mas tomei posse, uai... Sou brasileira, não desisto, dou um jeitinho... Nós podemos, olha a casona de um empresário brasileiro, aqui da minha região, o Mário Celso Lopes, de Andradina. Não parece a White House? Yes, we can. Gentes, assimila. Obama e Michelle sonharam e conquistaram a casa deles, nós teremos a nossa, independente da crise lá nas terras do Pato Donald ser justamente por conta do mercado imobiliário.

Meus sais, meu chá de hortelã que já não sei por onde continuar....
Se eu morasse nos states, já tinha mandado estampar uma camiseta ou fazer um adesivão de parede com a frase: Yes, we can! Como a que rascunhei aqui. O negócio é capitalizar, usar o que tem na mídia, fazer idéia virar muuuuita riqueza, eis a filosofia que os norte-americanos aprenderam a defender, desde a crise passada, de 1929. Yes, we can pensar a agir assim.
Pra terminar como o Obama, que Deus abençoe os USA. E nóis tamem nas nossas humildes casinhas, assistindo a história, de camarote, no sofá da sala. "Vinícius, pega um coffe pra mãe....., please."


5 comentários:

Regiane disse...

Oi Ana!

Adorei a vista e também seu comentário no meu blog.

Fico muito feliz de partilhar minhas idéias e descobertas no mundo da decoração e do design.
Vou passar para uma vista,sempre que puder, para trocarmos algumas idéias.
Um abraço
Regiane

Rosana disse...

Oioioi Ana! Obrigada pela visita! Eu tb sou sou uma Pucka legal, vc verá! hehehehehe!

Vim aqui conhecer teu blog, e tb adorei! Vou por nos meus feeds!!!

Bjao

vida cotidiana disse...

Eu também ia querer uma camisa igual, adorei a vitória dele. Também fiz referência a eleição americana. bjs

Ana B disse...

Meninas, obrigada pela visita. Voltem sempre. Assim como sempre irei ver vc. Fica com Deus.

margaret disse...

ca to eu fuçando teu blog...me acabei de rir com esse...embora o assunto seja sério voce tem um jeito de contar maravilhoso...
e depois vou ler o discurso do pretinho basico mais importante do planeta....
aiii...sera que ele vai ler teu blog e nao vai achar ruim de ser chamado de pretinho basico?
oia homi...chamei com muito carinho viu? sem discriminacao nenhumazinhaaaaa....